Base TimeWise da Mary Kay | Resenha

A Mary Kay é uma marca que está no mercado de cosméticos e maquiagem há um tempo e que veio para conquistar as mulheres brasileiras, oferecendo qualidade em seus produtos a marca é uma das referências quando o assunto e maquiagem mais preço acessível.

Base TimeWise, Mary Kay, Uma Garota Chamada Sam

Embora a Mary Kay não possuo loja física, ainda, você consegue facilmente encontrar uma consultora da marca. Sendo um dos produtos mais vendidos da marca é com certeza a Base TimeWise, queridinha de todas as mulheres, está base possui um excelente acabamento, além é claro de um excelente rendimento.

Sobre a Base:  Sua fórmula contém vitamina E, e um composto exclusivo de peptídeos que intensificam o colágeno, resultando em uma pele mais firme, saudável e rejuvenescida. É a base anti-idade perfeita para peles mistas a oleosas, proporciona redução visível na aparência de poros, linhas finas, rugas e imperfeições na pele.

Além disso, a TimeWise é uma base liquida de acabamento matte para deixar a pele sequinha, sem ficar craquelada na pele. Contendo apenas 29ml, está base pode ser encontrada em 17 tons diferentes, indo do Bege 1 ao 8, Bronze 1 ao 7 e por fim na cor Ivory sendo a linha de tons mais claros do 3 até o 7. Lembrando que todas essas informações vocês encontram no site oficial da Mary Kay (Acesse aqui).

Base TimeWise, Mary Kay, Uma Garota Chamada Sam

O que a Base promete:  

ü  Controle de brilho e oleosidade o dia todo sem a aparência ou sensação de maquiagem pesada.
ü  Proporciona à pele um acabamento matte e duradouro.
ü  A cor permanece a mesma por várias horas.
ü  São 14 tonalidades de cobertura perfeita para a pele.
ü  Ótima fixação e resistente ao suor.

E vocês consegue encontrar a Base pelo preço de R$ 64,00, consulte sua consultora Mary Kay, caso não possuo no site da marca vocês consegue localizar uma consultora mais próxima de você.




NOTA PARA O PRODUTO

Louca por Séries: Le Chalet da Netflix


A Netflix tem investido cada vez mais em séries estrangeiras, como foi o caso de Dark e agora Le Chalet uma série francesa que traz uma história surpreende e intrigante.

Le Chalet, Neflix, uma garota chamada sam

Sinopse: Era para ser uma reunião de verão em um chalé afastado. Mas estes amigos caíram em uma cilada mortal que vai revelar um segredo obscuro do passado.

Sou uma grande entusiasta do cinema francês, amo produções originadas na francesa, onde cujo cinema consegue cativar, muito mais, do que as produções americanas (minha opinião).  Le Chalet estreou foi originalmente na França em março deste ano e foi veiculada pelo canal France 2. Com um grande potencial e uma história que obteve uma boa repercussão no país, a Netflix decidiu comprar os direitos de transmissão da série.

Le Chalet, Neflix, uma garota chamada sam

Em abril o serviço de streaming disponibilizou os seis episódios que compõem a série, que conta com uma narrativa surpreendente, que acontece através de três arcos de acontecimentos em tempos diferentes, porém que tem uma conexão que explica todo o enredo ao final da série.  O que traz de diferencial na série e a trama de suspense, a atmosfera em volta do chalé de Valmoline. Tudo o que aconteceu no passado, traz o reflexo das ações humanas, mostrando as consequências dos atos, que através de uma vingança modifica o futuro de todos naquele vilarejo.

Creio que um dos pontos fortes da série seja a boa narrativa, construção e amarra desta história, onde você se sente intrigado pelas ações dos personagens, sente empatia por uns e por outros não. Porém tudo muito bem orquestrado, afinal trabalhar bem o suspense e conseguir segurar até o final é complicado. Embora a série entregue alguns pontos da trama, as consequências finais são imprevisíveis. E preciso assistir a cada detalhe, prestando muita atenção, caso contrário, saíra da série sem saber o que aconteceu. É preciso estar presente até o último instante para compreender o desfecho, que é impressionante.

Le Chalet, Neflix, uma garota chamada sam

Le Chalet é com certeza uma série sensacional, como tudo se conecta, sem existir pontas soltas, sendo um seriado completo, com um roteiro brilhante de Alexis Lecaye e com a produção de Camille Bordes-Resnais que demonstraram estar atentos e seguir exatamente o que foi proposto deste do princípio da série. Pois muitos acontecimentos ocorrem, porém tudo é devidamente explicado no final.  Está é uma série viciante, cheia de reviravoltas, quebra-cabeças a serem montados, mas que capta o telespectador do início ao fim.

Le Chalet, Neflix, uma garota chamada sam

Uma observação e que por conta da boa receptividade e avaliação do público e crítica, especulou-se uma continuação. Porém, graças os editores declaram que não há planos para uma segunda temporada. Afinal não vejo necessidade, pois a série terminou perfeitamente, sendo assim, sem pontos soltos para se trabalhar numa segunda temporada. Não faremos como “Thirteen reasons why”, por favor!

Bienal do Livro em São Paulo 2018


A Bienal Internacional do Livro aconteceu do dia (03) de Agosto até o dia (12) de Agosto em São Paulo, o evento reuni diversas stands de editoras de livros e escritores em um enorme evento que para mim… Deixou a desejar na organização.


A Bienal do Livro é um evento que reúne amantes de livros e profissionais da área, conseguindo a cada novo evento, seja no Rio de Janeiro (confira aqui) que ocorreu no ano passado, ou seja, em São Paulo consegue levar milhares de pessoas que dentro do evento consegue encontrar livros por preços acessíveis (mais ou menos), além de encontrar os seus autores favoritos e conseguir um autógrafo, ou então, através da arena cultural, assistir a palestra de um escritor.

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Porém a organização da Bienal, pra mim, deixou a desejar. Afinal quando se trata de um enorme evento e com esta proporção ter um excelente atendimento e informação é preciso. E assim, que chegamos (eu e a minha irma), ficamos sem saber como, é onde comprava o ingresso na hora. Pois o funcionário que estava orientando, não sabia orientar onde ficava tal local, as filas estavam desorganizadas e não tinha ninguém organizando apropriadamente.

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Sem mencionar os preços dos livros… A maioria estava com preços absurdos, exemplo do livro “Crer ou não Crer” do Leandro Karnal com o Padre Fábio de Melo na stand da editora o livro constava por R$ 32,00, na Saraiva do Shopping ele estava custando R$ 27,90, ou seja, não compensava. Além de diversos outros que eu encontro em lojas pelo preço rotineiro, na Bienal não vi vantagem, além dos Sebos, e isto, até um rapaz próximo a mim também avaliou que estava ali apenas pra comprar nos Sebos, onde os livros variavam de R$ 9,00 até R$ 20,00 reais. Somente nesses locais compensavam a compra de livros.

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Bienal do Livro 2018, São Paulo, Uma Garota chamada sam

Um único ponto positivo, em minha opinião, foi os ônibus que saiam do terminal rodoviário Tiete para o local onde acontecia o evento, e isto, o Rio de Janeiro deveria adquirir. Pois torna bem mais confortável a chegada ao evento, além disso, facilitando ao visitante e proporcionando conforto e segurança de chegar no Tiete ou na Barra Funda e ter ônibus disponíveis para chegar ao local onde ocorria a Bienal Internacional do Livro em São Paulo. E você o que achou da Bienal 2018?




Que Pobres Tão Ricos | Primeiras Impressões

Que Ricos Tão Pobres estreou no SBT vindo para substituir “Coração Indomável” sucesso nas tardes de novela da emissora e que tem como protagonistas os atores Zuria Vegas e Jaime Camil.

Que Pobres Tão Ricos, SBT, Uma Garota Chamada Sam
Sinopse: Uma história de amor e diversão entre duas famílias que não tem nada em comum, mas que são obrigados a morar na mesma casa. De um lado, os Ruiz Palácios: uma família milionária que após ir a falência terá que dividir a mesma casa com os Mendonça: uma família humilde.

Que Pobres Tão Ricos, SBT, Uma Garota Chamada Sam

Coração Indomável chegou ao seu final, sendo sempre que reprisada sucesso nas tardes do SBT, a telenovela mexicana protagonizada pelos atores Ana Brenda Contreras (Maricruz) e Dan Arenas (Otávio Narvaez), deixa as tardes de novelas da emissora de Silvo Santos. E agora chegou a vez de Jaime Camil (A Feia mais Bela) retornar as tardes do SBT com mais uma comédia que promete encantar toda a família brasileira.

Que Pobres Tão Ricos, SBT, Uma Garota Chamada Sam
Família Mendonça

Com uma história bem divertida e que apesar de fugir do estilo do que vinha trazendo o SBT em suas novelas da tarde,
Que Ricos Tão Pobres é uma novela leve, descontraída que traz uma comédia divertida para todos os públicos. Além de conter uma linda história de amor que vai se desenvolvendo entre o casal Lupita (Vegas) e Miguel Ángelo (Camil). Ambos os atores já são conhecidos do grande publico brasileiro, já que recentemente o SBT exibiu “Mar de Amor” com a atriz Zuria Vegas, tornando a conhecida pela primeira vez no Brasil e novamente Jaime Camil, um velho conhecido do público brasileiro.

Que Pobres Tão Ricos, SBT, Uma Garota Chamada Sam
Família Ruiz Palácios

Que Ricos Tão Pobres não era a escolha de muitos internautas que pediam novamente uma novela da atriz Ana Brenda Contreras (La que no podía amar) ou da atriz Angelique Boyer (Três vezes Ana), porém nenhuma destas novelas que foram grandes sucessos no México, assim como as respectivas atrizes em suas novelas exibidas no SBT foi a aposta da emissora. Que preferiu investir novamente em Vegas e também no ator Jaime Camil que não tinha uma novela sua exibida no SBT deste de “Por ela Sou Eva” (2013).

Que Pobres Tão Ricos, SBT, Uma Garota Chamada Sam

Ainda assim, a novela após sua estreia já caiu nas gracas do público que acompanha as tardes de novelas do SBT e tem sido um sucesso, mantendo a boa audiência de sua antecessora “Coração Indomável”. Eu estou amando essa novela, a química dos atores e essa divertida história, que torna Que Ricos Tão Pobres numa grada e excelente surpresa trazida pelo SBT que novamente acertou em cheio ao apostar nesses dois atores e nesta linda novela. E vocês o que tem achado desta telenovela exibida de segunda a sexta, as 17 h no SBT?


Novela de Rosy Ocampo
Classificação: 12 anos
167 Capítulos (Original) – Sem Cortes

Venom | O Vilão será um Herói?

Venom é um personagem em quadrinhos da DC que tornou – se conhecido do grande público como o vilão das histórias do Homem – Aranha, agora o vilão será um herói nos cinemas?

Venom, Filme, Uma Garota Chamada Sam

Sinopse: Eddie Brock (Tom Hardy) é um jornalista que investiga o misterioso trabalho de um cientista, suspeito de utilizar cobaias humanas em experimentos mortais. Quando ele acaba entrando em contato com um simbionte alienígena, Eddie se torna Venom, uma máquina de matar incontrolável, que nem ele pode conter.

Distribuidora: Sony Picture
Gênero: Ação, Ficção Cientifica

Venom surgiu pela primeira vez nos quadrinhos na edição de 252 de “The Amazing Spider-Man”. Ele é um dos vilões mais famoso da história do Homem – Aranha, tendo o seu uniforme preto e por ficar invisível ao “sentido Aranha” de Peter Parker. Porém o que ficamos intrigado após o lançamento oficial do trailer, e que, será o vilão o mocinho desta história? Algo que já vimos anteriormente com a produção “Esquadrão Suicida”, ou teremos uma enorme surpresa com esta produção? Afinal a primeira aparição deste personagem nos cinemas foi no filme “Homem – Aranha 3” e foi interpretado por Topher Grace


O filme tera na direção Ruben Fleischer (Zumbilândia), a estreia está marcada para acontecer em (04) de outubro. O longa terá o ator Tom Hardy no papel principal. O elenco do filme ainda terá Riz Ahmed, Michelle Williams, Jenny Slate e Reid Scott.