Me leve para Casa


Eu costumava escutar que não tem nada melhor do que a nossa casa, então quando se está há 249 km longe de casa, tudo o que você quer, e deixar essa distancia. Quando tudo parece estar sufocante, como se o espaço não fosse o suficiente para se sentir completo, e como se estivesse faltando algo.

Então me leve para casa.

Deixe-me estar onde me sinto salva, onde nada pode me atingir, parece que essa distancia só me deixa fraca, me sinto perdida, como se estivesse num labirinto, tentando achar a saída que vai me levar de volta.

Então me leve para casa.

Eu costumava desejar estar a mil milhas de distancia, mas nunca quis deixar tudo para trás, caminhar por um mundo sozinho. E difícil seguir e quase sufocante ficar, por isso volte e me leve de volta.

Não desejo continuar se você não estiver segurando a minha mão;
Não consigo evitar chorar sem você para secar minhas lagrimas;
Não posso seguir sem meu porto seguro.

Então venha me levar para casa.

Me leve para qualquer lugar com você, essa distancia está me matando, deixando quem eu era para trás... Talvez você consiga viver sem mim, mas será que seremos os mesmo de antes? Ainda quero acreditar que terei para onde voltar, eu quero acreditar...

Apenas me leve para casa

TOC Transtornada Obsessiva Compulsiva - Critica

tata werneck, toc, criticaO filme TOC Obsessiva Compulsiva é o primeiro longa protagonizado pela atriz Tata Werneck e o que dizer... Não me agradou muito.

Sinopse: Kika K (Tatá Werneck) é uma atriz que está em novelas, campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas por trás das aparências, está em crise com sua vida pessoal e profissional, enquanto precisa lidar com as limitações de seu Transtorno Obsessivo Compulsivo. Kika se depara com Felipão, um fã obsessivo (Luis Lobianco), um namorado galã sem noção (Bruno Gagliasso) e os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária (Vera Holtz).

O filme TOC transtornada obsessiva compulsiva é uma comedia brasileira protagonizada pela atriz Tatá Werneck que está em uma produção que para alguns críticos e a sua melhor performance desde época da MTV, porém para mim acabou sendo mais uma “comedia” brasileira sem graça, que apesar de mostrar um lado interessante da vida de uma pessoa na mídia mostrando de certa forma uma critica, a forma como os atores/atrizes são transpassados, e de como as coisas são realmente quando câmeras e luzes não estão sobre você, e algo interessante, e poderia ter sido melhor trabalhado no filme, pois trouxe um contexto mais pessoal da Tatá WerneckOutro lado que o filme aborda e em cima dos atores comediante que fazem comedia o tempo todo, e que ganha o esteriótipo que eles são felizes o tempo inteiro. E TOC mostra em vários momentos que não. Porém, este filme mostrou tudo de um jeito, estranho, com atuações medianas por parte do elenco secundário, e que com certeza Tatá Werneck brilha absoluta nesta produção. Mas ainda sim, esperava mais e algo não tão bobo, está e a palavra que me vem a mente.

tata werneck, toc, critica

Sinceramente e uma produção que assisti uma vez, e não assistiria novamente, pois não curti, e não gostei do contexto do filme e nem do final, embora a proposta do filme seja boa, para mim, acabou tornando se um filme que não assistiria novamente MESMO. Desculpe quem gostou do filme, que entendeu a mensagem passada nele, mas no meu caso não gostei, achei a atuação do Bruno Gagliasso péssima no filme, a Vera Hortz que é uma atriz brilhante está com um papel ridículo. Enfim, se pudesse dar uma nota a essa produção seria 4.

Velozes & Furiosos 8 | Dica de Cinema

A dica de cinema desta segunda – feira é a produção Velozes & Furiosos 8 que chegou aos cinemas no dia (13) de Abril, com o ator Vin Diesel novamente vivendo Dom.

Sinopse: Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão curtindo a lua de mel em Havana, mas a súbita aparição de Cipher (Charlize Theron) atrapalha os planos do casal. Ela logo arma um plano para chantagear Dom, de forma que ele traia seus amigos e passe a ajudá-la a obter ogivas nucleares. Tal situação faz com Letty reúna os velhos amigos, que agora precisam enfrentar Cipher e, consequentemente, Dom.

Quem não se emocionou com o final lindo e a trilha sonora maravilhosa do último filme Velozes & Furiosos, já que o ator Paul Walker havia falecido durante as filmagens do longa e recebeu uma linda homenagem ao final do filme. E que devo confessar, pensei que aquele filme seria o último desta franquia que deve seu primeiro filme lançado em 2001. 

Há praticamente 15 anos essa franquia tem estado nos cinemas e arrecadado bilhões em bilheteria, e devo dizer que apesar de não ter mais o Paul Walker no elenco, ainda tenho o interesse em conferir esse mais novo filme desta franquia que traz novamente o ator Vin Diesel e a atriz Michelle Rodriguez no elenco, contando com ninguém menos do que Charlize Theron.


E vocês? Também estão ansiosos para conferir no cinema a mais nova produção de velozes & furiosos, que somente pelo trailer promete cenas eletrizantes e bastante “absurdas” de ação, afinal amo essa franquia, porém nós últimos filmes, eles tem ousado demais em algumas cenas tornando um pouco absurdas como a cena do carro passando entre os prédios do ultimo filme. Será que teremos algo parecido ou maior do que vimos no último velozes & furiosos? E aguardar para ver. 

Dica de Filme: A Bailarina

Hoje a dica de filme é a animação A Bailarina que vai contar a história de uma menina que sonha em se tornar uma grande Bailarina em Paris.


Sinopse: Paris, 1869. Uma sonhadora menina órfã toma uma atitude arriscada para conseguir o que quer: foge para Paris para realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Lá ela decide se passar por outra pessoa, e consegue uma vaga no Grand Opera, onde vai aprontar muitas aventuras.

A Bailarina é uma animação bonita por contar a história de uma menina órfã que sonha em se tornar uma grande Bailarina, porém devido a várias reviravoltas ela acaba assumindo a identidade de outra menina para poder conseguir realizar o seu sonho. Com vários momentos engraçados e que vai com certeza divertir toda a família.


Confesso que a imagem do desenho me lembrou de algumas produções dos filmes da Barbie, e poderia ter sido mais bonita, se o desenho em si, fosse mais bem trabalhado. Mas a história cativa vai você e toda família se encantar, principalmente as crianças. Então se vocês busca uma animação boa para assistir em sua sexta – feira a noite, fica uma excelente dica com a Bailarina que apesar da imagem do desenho não ser grande, a trilha sonora é divina do filme, e na versão original foi dublado pela atriz Elle Fanning é no Brasil a atriz Mel Maia foi quem fez a dublado para português desta linda história sobre sonhos, desejos e conseguir e principalmente lutar para alcançar os seus sonhos.


Espero que gostem da dica de animação de hoje, e que possa curtir junto com toda a família, com os filhos, ou até mesmo sozinho, pois vale a pena assistir e acreditem você vai se divertir bastante e se apaixonar por essa pequena Bailarina.