[Resenha] Se eu Ficar - Gayle Forman

Se eu Ficar - Gayle Forman, Resenha, Uma Garota Chamada Sam
Sinopse:  Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos os que amam para trás. Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos. Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim.

Resenha: Se Eu Ficar foi um dos poucos livros que me tocou profundamente, e me fez ficar dias com a história na cabeça, a sensibilidade passada no livro foi incrível.  O livro mistura o passado com o momento presente da vida da Mia, com as lembranças de sua vida antes do acidente, que acabou matando toda a sua família,e vemos uma personagem que gostava de estar com a sua família, e que deve apenas um namorado sério, Adam que é apresentando no livro, e que foi um dos personagens que amei completamente. Mas infelizmente a vida de Mia muda completamente, em coma ela perde tudo o que ela ama, e se acordar ela não terá mas uma família.
Gostei muito deste livro e principalmente de como a autora Gayle Forman desenvolveu a história, Mia é uma das poucas personagens que gostei por ser comum, com muitos aspectos típicos de uma adolescente, mas que é forte. Mia foi uma personagem que vi ser como qualquer adolescente é, quieta, tímida real sabe. Mas confesso que foi o Adam que me fez amar o livro, ele foi o complemento perfeito dessa história, cantor de uma banda totalmente o oposto do que a Mia é, mas que criam um amor tão forte, e tão intenso, que lendo o sofrimento dele me fez chorar em muitos momentos do livro, na verdade chorei praticamente o livro inteiro.
O livro tem uma coisa que poucos livros têm, uma história que faz você para e pensar em muitos aspectos da sua vida. O final achei um tanto que...(Nada de Spoiler). Eu acho que poderia ter sido mais bem trabalhado, mas ainda sim, não estraga a maravilha do livro. Deixando Se eu Ficar na lista dos meus livros favoritos.
Se eu ficar tem uma continuação, que vai passar 3 anos depois do acidente da Mia, e será pelo ponto de vista do Adam. Mega ansiosa para ler, e vocês?




2 comentários: