Uma carta para você


As vezes nos perguntamos o que fizemos de errado?Será que abri meus braços demais e meu coração de menos, e assim você foi embora. Sinto como se todos os dias essa dor, que transpassa os meus olhos e lágrimas saem todas as noites que me lembro de você. Eu perdi você, e não consigo amar, porque você roubou de mim esse sentimento quando partiu sem mim.
Eu quero esquecer o jeito que você deitava ao meu lado  na cama e me fazia companhia, em silêncio o quarto fica agora, escuro e solitário, quando lembro que não vai voltar, queria que aquele dia de janeiro fosse apagado da minha mente, esquecer a dor, o choro sofrido, a perda cortante que me atravessou, eu me lembro dessa dor todos os dias e choro ao lembrar que você saiu e nunca mais voltou. Talvez a culpa tenha sido minha, por não ter te segurado o suficiente, por não ter trancado todas as portas, eu devia ter fechado todas e mantido você aqui dentro, preso a mim.  Ainda sinto aquela dor de janeiro em mim, sinto como se a cada dia, e desejando que ela vá embora, mas ela nunca vai.
Eu queria que houvesse um momento, em que tudo não passasse de um sonho,e que no dia seguinte ao acorda você estaria em meus braços, e você olharia para mim, e essa dor deixaria de existir, só que isso nunca aconteceu, aquela dor não sumiu e você jamais voltou.
Eu queria que pudesse ler isto, que soubesse que em nossas diferenças, em um mundo imperfeito, em nossa casa nos tínhamos tudo o que precisávamos, em nosso mundo, em minha vida, eramos felizes, porque mesmo quebrada era só eu voltar para você que tudo fazia sentido, tudo era restaurado, e eu sempre me sentia melhor quando no silêncio sua respiração preenchia o vazio do meu quarto.
Eu espero que de onde esteja, se há um céu, você e a estrela que brilha e ilumina os meus caminhos, e como a areia do mar que carrega nossas pegadas, levando junto com o mar todos os passos, eu acredito que conseguirei seguir, mas jamais vou esquecer o que você foi para mim, e que ter você foi mais importante do que tudo o que eu já tive. Porque você me ensinou que amar e demonstrar sem medo, é isso areia do mar nenhuma pode apagar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário