[Resenha] O Céu está em Todo Lugar - Jandy Nelson

Sempre que entro numa livraria e não sei que livro comprar, eu vou muito pela capa, já me arrependi muito por isso, mas as vezes da certo, o que foi o caso de "O céu esta em todo lugar", estava 9,90 na livraria que comprei e simplesmente me apaixonei pela capa.



Sinopse: Este é um livro de estreia vibrante, profundamente romântico e imperdível. Lennie Walker, de dezessete anos de idade, gasta seu tempo de forma segura e feliz às sombras de sua irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre abruptamente, Lennie é catapultada para o centro do palco de sua própria vida - e, apesar de sua inexistente história com os meninos, inesperadamente se encontra lutando para equilibrar dois. Toby era o namorado de Bailey, cujos sentimentos de tristeza Lennie também sente. Joe é o garoto novo da cidade, com um sorriso quase mágico. Um garoto a tira da tristeza, o outro se consola com ela. Mas os dois não podem colidir sem que o mundo de Lennie exploda...


Resenha: Mas vamos ao livro, a personagem Lennie é muito interessante e instigante, embora em alguns momentos sua indecisão me deu certa raiva, mas com o enredo era apresentado de uma forma tão "humana", foi fácil relevar este lado que todos nos acabamos tendo, a da indecisão, pois a maneira com ela enfrenta seus problemas me fez  ver que todos estamos expostos a sofrer, mas também a com vamos lidar com essa perda. Afinal Lennie perde a pessoa que ela mais amava, a sua irmã. Só que outro ponto que me deixou chateada foi ela só ver a dor dela, pois a sua avó também estava sofrendo, e ela fica presa em seu próprio estado de luto e não percebe isso.

Sem contar o triangulo amaroso, não sou muito fã disso em livros, por que quando você lê a sinopse pensa "Ok, e um livro sobre perda, mas ela perdeu a irmã e o livro vai mesmo focar em um triângulo amoroso?Serio". Porque sempre achei isso chato em livros, Lennie sofrendo da perda de sua irmã, acaba se envolvendo com Toby ex-namorado de sua falecida irmã Bailey, pois ambos estão sofrendo de uma perda, o que achei meio sem sentido, mas na trama faz algum sentido. Embora para mim não.


Então ela conhece Joe, um dos melhores personagens do livro na minha opinião, é o seu porto seguro, perto dele ela não precisa de consolo, porque com o seu jeito ele tira a tristeza de dentro dela, e ambos são apaixonado por música. Me apaixonei completamente por ele, eles dois são tão fofos juntos. E sim torci pelos dois, e acredito que vocês também vão torce depois que começarem a ler este livro.  Enfim o livro é muito bom, a escrita flui maravilhosamente, e esse toque de humor e divertido do livro o torna simplesmente ótimo e apesar de ter 400 páginas, a leitura consegue seguir bem rápida e em pouco tempo você nem lembra que tinha lido tão rápido tantas páginas. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário