Jogos Vorazes: Esperança - Parte 1 | O Que Achei

Bom eu sei que deveria já ter postado este post há um tempo, já que pude assistir ao filme "Jogos Vorazes: Esperança - Parte 1" semana passada, mas devido a muito correria estou postando agora sobre este filme.

Sinopse: Após ser resgatada do Massacre Quaternário pela resistência ao governo tirânico do presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) está abalada. Temerosa e sem confiança, ela agora vive no Distrito 13 ao lado da mãe (Paula Malcomson) e da irmã, Prim (Willow Shields). A presidente Alma Coin (Julianne Moore) e Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman) querem que Katniss assuma o papel do tordo, o símbolo que a resistência precisa para mobilizar a população. Após uma certa relutância, Katniss aceita a proposta desde que a resistência se comprometa a resgatar Peeta Mellark (Josh Hutcherson) e os demais Vitoriosos, mantidos prisioneiros pela Capital.

Sabe quando você espera um filme realmente melhor dos que os dois primeiros, e simplesmente isto, não acontece? Bom em Esperança Parte 1 aconteceu exatamente isso.

O filme é bom deve uma uma ótima direção de Francis Lawrence que retornou para a direção depois de "Em Chamas". Só que também acabou sendo o menos impactante da saga de Jogos Vorazes. Por ser a luta quase que final eu esperava mas cenas difíceis ou de lutas. Mas quase a metade do filme é falas e poucas cenas de ação.

Alguns momentos do filme são realmente bons, Julianne Moore esta bem diferente neste filme, mas não menos notável. Confesso que odeie um pouca a Katniss neste novo filme por causa de uma certa questão que me irritou (Não vou por Spoiler, pois algumas pessoas podem não ter visto o filme). Mesmo que isto, não tire o brilho de Jennifer que sempre interpretou maravilhosamente bem a Katniss.


Enfim Jogos Vorazes: Esperança - Parte 1 só não ficou melhor para mim do que os dois primeiros filmes da franquia. Algumas cenas poderiam ter sido melhor trabalha pelos produtores, pois em muitos momentos as cenas ficam carregada de um ritmo que pende ao tédio completo (Minha irmã quase dormiu no cinema, e meu cunhado cochilo). Somente alguns momentos soube me prender, já que eles viviam com uma constante ameaça o que dava um gás a continuar vendo o filme.


Espero que o Parte 2 seja mais emocionante do que foi o Parte 1, para assim poder fechar esta grande franquia com chave de Ouro.

2 comentários:

  1. Olá Samantha.
    Ainda não assisti o filme.
    Pelo que eu andei lendo por ai, você não é a única a ter essa impressão do longa.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom eu confesso que sou meio critica quando a livros que se tornam filmes, e sempre espero algo a mais, kkkkk
      Beijos

      Excluir