Cinquenta Tons de Cinza | O Que Achei

Cinquenta Tons de Cinza foi um dos filmes que não me surpreendeu em nada, sabe por que? Leia o post abaixo do que Achei deste Filme.




Sinopse: Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.

Sei que faz um bom tempo que o tão aguardado "Cinquenta Tons de Cinza", deve sua estreia e já saiu do circuito de cinema há um bom tempo. Mas somente agora tive a oportunidade de assistir ao filme, e o que posso dizer e que.... Decepção é a única palavra que me vem a mente.

A história não fugiu muito ao livro, a diretora Sam Taylor-Johnson conseguiu seguir alguns pontos bem fiéis ao livro, embora tenha deixado a desejar na questão "sexo", afinal nem tudo do livro poderia ser posto em tela, mas deixar o sexo mais baunilha, também não deve tanta graça. Mesmo tento colocado alguns elementos do livro da E.L James, ainda senti que poderia ter sido colocada, algumas cenas mais explicitas, afinal sempre digo que "Cinquenta Tons de Cinza" não é um livro para pré-adolescentes (Sem ofensas, nem preconceito). Mas este tipo de história cativa e atrai um público com uma idade maior e acredito que levando isto, em grande consideração, algumas cenas de sexo não precisavam ser tão comportadas.
Metades das cenas de sexo foram cortas, provavelmente só veremos nos extras do DVD, como a cena onde a Ana faz sexo oral em Christian, e as que ficaram têm poucos minutos ou quase nada de duração.

Outra fato que me deixou "irritada" é a atuação da Dakota ela simplesmente me fez odiar ainda mas a Anastasia do que já odeio. A atriz convence com a virgem Ana, mas em alguns momentos ela chega a ser irritante sussurrando o tempo todo, isso era realmente necessário, sem contar suas poucas expressões. Ok! que o personagem e submissa no livro e nas telas ela não poderia interpretar diferente, mas poderia ter se esforçado mais para dar alguma expressão ou voz ao seu personagem.  Jamie não era a minha opção para Christian, afinal quando li 50 tons (Sim, eu li, afinal para não gostar de algo e necessário ler para saber. E fiz uma resenha que vocês conferem clicando aqui).  Tentou fazer o seu melhor como Christian, mas cadê o "dominador"? Não senti isto, na postura do Jamie, e mesmo ele se esforçando para carregar o filme nas costa, afinal a química inexistente dele com a Dakota e quase visível, mesmo que a diretora tenha tentado criar essa química, investindo nos olhares entre os atores, sinto que faltou muito entrosamento entre os dois.

Sem falar na linguagem certinha do filme, palavras foram substituídas, adquirindo um diálogo meio fresco e sem ser direto, com lemos no livro, afinal no livro Christian usam explicitamente de palavras brutas, sem rodeios. Tudo ficou certinho demais.


Cinquenta Tons de Cinza acabou sendo um melodrama com um enredo um pouco mais sensual, mas nada me faça considerar que o filme seja bom. Esperava bem mais do filme, mas enfim nem tudo pode ser perfeito, ou bem feito. Há quem tenha amado. 

4 comentários:

  1. Não assisti o filme, mas o livro achei bem menos que eu esperava. Não gostei.
    Boa semana, bjuxx
    Casa Cherry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não perdeu muita coisa ao não assistir o filme.
      kkkkk Boa semana pra voce tbm
      bjs

      Excluir
  2. Na minha opinião o filme é bom, seguiu realmente a história de amor do livro. Mas ainda prefiro o livro ao filme, fui assistir e também contei tudo lá no blog. Beijos!
    Blog Menina Descolada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu confesso que não gostei de nenhum, nem do filme, muito menos do livro, porem a sempre diferenças entre ambos Beijos

      Excluir