Louca por Séries: Riverdale

Riverdale poderia ser mais uma série juvenil, com dramas adolescentes e romances, porém esta série conseguem ser uma exceção.

louca por série,riverdale, uma garota chamada sam

Sinopse: Riverdale traz uma abordagem subversiva de Archie (KJ Apa), Betty (Lili Reinhart), Veronica (Camila Mendes), Jughead Jones (Cole Sprouse), Josie (Ashleigh Murray) e seus amigos, explorando o surrealismo de uma pequena cidade e seus curiosos habitantes. A história começa quando a cidade se recupera de uma trágica perda, o que leva Archie a pensar mais seriamente a respeito de seu futuro. Com isto, ele embarca em uma jornada em busca de realizar o seu sonho de tornar um grande músico; mas cumprir essa missão não será nada fácil, enquanto Archie ainda precisa lidar com sua agitada vida amorosa, dividido entre Betty e Veronica.

Como uma segunda temporada já sendo produzida, Riverdale conseguiu ganhar a minha atenção por um único detalhe da sinopse... Josie e as Gatinhas, quem não se lembra do filme feito pela atriz Rachel Leigh Cook (Ela é Demais) lançado em 2001? Então nesta série Riverdale, temos o trio de gatinhas, e foi exatamente este ponto o que me chamou a atenção na série. Afinal nunca fui muito fã de seriados de dramas adolescentes, não desde Lances da Vida, The O.C é séries assim, que realmente tinha um contexto bom, e que prendia você nós dramas de todos os jovens da série.

louca por séries,riverdale, uma garota chamada sam

Riverdale é um seriado baseados nos personagens da Archie Comics que é uma editora de quadrinhos, que e mais conhecida por seus vários títulos estrelados pelos personagens adolescentes Archie Andrews, Betty Cooper, Veronica Lodge, Reggie Mantle e Jughead Jones, criados pelo editor John L. Goldwater, escritos por Vic Bloom e desenhados por Bob Montana. Ou seja, personagens esses, que temos na série atualmente exibida no Brasil pela Warner Channel.

louca por série,riverdale, uma garota chamada sam

Devo admitir que apesar de alguns dramas da série ser fúteis, e fugir do foco que seria a controversa morte do irmão gêmeo de Cheryl, ao qual se torna o centro inicial do suspense que a série carrega, os dramas secundários a este fato, para mim tornam se irrelevantes, embora ainda sim, conseguem prender o telespectador, tendo personagens bem interpretados, ao qual você consegue realmente acreditar nos sentimentos e na veracidade das interpretações.  


Gostei desta série e estou ansiosa para conferir a segunda temporada, espero que eles mantenham o mesmo ritmo, e a trilha sonora incrível e esse clima que esta primeira temporada trouxe. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário