Siren Série | Primeiras Impressões


Siren é uma série produzida pela Freeform que está em andamento nos Estados Unidos, sem previsão de exibição no Brasil.

Siren, Série, Uma garota chamada sam

Sinopse: A captura de uma criatura marinha feroz por pescadores de um vilarejo no noroeste do oceano pacífico abala as estruturas do local. A descoberta parece desafiar tudo que os habitantes achavam que sabiam sobre o mar, pois tudo indica que se trata de uma sereia.

Criado por: Eric Wald, Dean White (2018)
Atores: Alex Roe, Fola Evans-Akingbola, Rena Owen mais
Gênero: Drama, Fantasia
Status:                Em andamento
Duração: 42 minutos

Siren possui uma premissa interessante sobre a lenda das Sereias e a forma como as mesmas por possuírem poderes místicos seduziam com seu canto suas presas e depois que os levavam para o mar, elas os afogavam.  Na mitologia Grega (um pouco de História), as Sereias eram as 3 filhas do Deus Aquelôo e da Musa Calíope que ao competirem com as Musas para ver quem tinha a voz mais harmoniosa e bonita, foram castigadas sendo transformadas em monstros com o corpo de pássaro e cabeça humana. E justamente com tal bela voz que elas seduziam os marinheiros os atraindo para o mar. As Sereias não poderiam deixar ninguém passar ileso aos seus cânticos ou então perderiam suas vidas. Porém existem diversos mitos fora da Grecia sobre as Sereias, tem a Mitologia Babilônica e até mesmo no Brasil, com a Iara (Mãe D’água).


Mas retornando a série Siren que traz a lenda das Sereias a uma cidade dos Estados Unidos que deve sua fundação feita sob a derrota de um homem sobre as Sereias que aterrorizavam os mares perto daquela cidade que vive da pratica da pesca. E dentro disto, conhecemos os personagens centrais desta história que ainda está em andamento, contendo apenas quatro episódios até o momento.

Para primeiras impressões a série consegue captar o telespectador devido a atmosfera que envolve a história, além dos personagens principais e secundários estarem bem confortáveis com seus respectivos personagens, essa fantasia produzida pela Freeform que não via em dois anos uma excelente audiência como foi no caso de Siren, que em seu episódio piloto obteve uma ótima receptividade do público.  Mesmo não sendo uma história nova, ou diferenciada, ela torna-se única porque aborda um tema dentro de uma série pouco explorada, como é a lenda das Sereias.

Siren, Série, Uma garota chamada sam

Gostei da caracterização da atriz Eline Powell (Game Of Thrones) que está muito bem no personagem da Ryn, que está em busca de sua irmã (uma outra sereia capturada), você consegue acreditar no personagem, e inclusive suas expressões corporais são perfeitas, mesmo que ela não transmita muitas expressões faciais você consegue entender seus sentimentos e suas motivações através de suas formas corporais. 

Siren, Série, Uma garota chamada sam

Eu não sei como a série vai progredir daqui pra frente, pois o quarto episódio “aparentemente” (SEM SPOILER), terminou com poucas pontas soltas, porém serão 10 episódios ao todo para fechar essa primeira temporada, mas confesso que no terceiro episódio estava dando a entender que havia chegado ao fim aquela jornada, porém ainda existe outras perspectivas que a série pode trazer, e que com certeza eles devem explorar nos próximos episódios da série. E eu estou ansiosa por mais episódios de Siren que me prendeu, e cuja história me despertou o incrível interesse em continuar assistindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário